A estrada real da propaganda

Francisco Gracioso

Resumo


Neste artigo o autor defende uma tese nova: as agências de propaganda precisam, urgentemente, desenvolver o seu pensamento estratégico. Sua prórpia sobrevivência, nos próximos anos, poderá depender da capacidade de antever os novos cenários de negócios e manter vantagens competitivas compatíveis com essa nova realidade.

Palavras-chave


Comunicação de mercado; Vantagem competitiva; Propaganda; Pensamento estratégico

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ESPM - Biblioteca Graduação - biblioteca-sp@espm.br - São Paulo - SP