Caçadores de emoções

Janaína Brizante, Manuel Garcia-Garcia

Resumo


O título acima sugere um roteiro cinematográfico, repleto de aventura, muita ação, tiros ou cenas de esportes radicais. O fato é que o cenário perfeito para se captarem as verdadeiras emoções do espectador não é no cinema, mas em uma sala escura, com poltrona confortável, muita paz e silêncio. Pelo menos é assim que os neurocientistas cumprem sua atividade diária no papel dos modernos caçadores de emoções dentro do universo da comunicação.

Palavras-chave


Comportamento do consumidor; Neurociências; Campanhas publicitárias

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ESPM - Biblioteca Graduação - biblioteca-sp@espm.br - São Paulo - SP