Quem ouve o trovão não morre pelo raio

Luiz Carlos Mendonça de Barros

Resumo


Para o economista Luiz Carlos Mendonça de Barros, o momento de risco do Brasil com o PT já passou. “Se o Lula quisesse ter seguido o mesmo caminho desses malucos que tem aqui na América Latina, ter mudado a Constituição para ser reeleito de novo, teria poder e apoio”, diz ele nesta entrevista concedida no dia seguinte à grande manifestação contra o governo Dilma, em 15 de março. “Poderia ter destruído a democracia brasileira.” A turbulência atual, segundo ele, reflete o fim de um ciclo político — o que o deixa animado e não temeroso. “O trovão de ontem mostra que o raio não vai cair na nossa cabeça.”

Palavras-chave


Brasil; Economia; Política; Crise econômica; Crise política; Manifestação popular; Reforma política

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ESPM - Biblioteca Graduação - biblioteca-sp@espm.br - São Paulo - SP