O mobile marketing precisa de mais arroz com feijão e menos espuma

Fabiano Destri Lobo

Resumo


“O consumidor é móvel, por isso importa cada vez menos o que a marca pensa e sim o que as pessoas precisam”, resume o executivo. A falta de visão clara do comportamento dos usuários tem feito, na opinião de Lobo, com que uma infinidade de funcionalidades simples sejam ignoradas pelos grandes anunciantes, tornando o mobile marketing menos eficiente do que poderia. Mesmo não explorado como deveria, o mobile marketing cresce rapidamente no Brasil e tem como grande trunfo o fato de que, hoje, o principal ponto de acesso à internet para a maioria da população aconteça por meio de dispositivos móveis.


Palavras-chave


Inovações tecnológicas; Marketing; Dispositivos móveis

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




ESPM - Biblioteca Graduação - biblioteca-sp@espm.br - São Paulo - SP